Atividade física no local de trabalho melhora a produtividade

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Missouri identificou que trazer assistência aos funcionários para realizar atividade física durante o trabalho ajuda a melhorar seu estado geral de saúde e, além disso, consegue uma importante melhora de rendimento. Chegou-se a estas conclusões depois de analisar mais de 38 mil casos registrados em informes médicos.

Os especialistas analisaram os dados obtidos de 11 bases de dados eletrônicos e foram realizadas buscas manuais em 114 revistas e revisões prévias. A partir dos dados compilados se observou que os sujeitos que recebiam indicações para realizar exercícios durante as horas de trabalhos conseguiam melhorar seu estado físico geral, registraram uma diminuição na quantidade de lipídios no sangue, elevou a taxa de assistência no trabalho e reduziu em boa proporção o estresse laboral.

Os pesquisadores consideram que todos estes dados devem ser tomados como referenciais e são necessárias provas mais minuciosas para conseguir maiores detalhes das causas das melhoras.

Na empresa petroleira Mesa, localizada no Arizona, nos Estados Unidos, foi desenvolvido um programa de atividade física para os empregados e foi possível identificar que os trabalhadores fisicamente ativos gastaram em média 217 dólares a menos em consultas médicas e conseguiram diminuir 21 horas de ausência dos empregados sedentários.

Alguns especialistas recomendam realizar entre 20 e 60 minutos diários de exercício. Gabriela Zapata, gerente da empresa Tempo Ativo indica que incorporar rotinas de exercícios durante a jornada de trabalho ajuda a reduzir dores no pescoço e nas extremidades, tendinites, lumbago (dores na região lombar), síndrome de túnel do carpo, entre outras dores que só podem ter origem em escritórios.

Tags: , , , ,